Sweeney Todd - The Demon Barber of Fleet Street


Segundo Sigmund Freud “a maldade é a vingança do homem contra a sociedade pelas restrições que ela impõe”, o desejo de se vingar é algo natural do ser humano, esse desejo é particular de cada pessoa, cada uma delas deseja que o causador de seu sofrimento sofra de alguma maneira, a vingança pode ser manifestada de diferentes formas em cada indivíduo dependendo de seu psicológico.

Benjamin Barker (Johnny Depp) passou 15 anos afastado de Londres, após ser obrigado a deixar sua esposa e sua filha. Ele retorna à cidade na pele de Sweeney Todd  e ávido por vingança Logo decide ir à sua antiga barbearia, agora transformada em uma loja de fachada para vender as tortas feitas pela linda Lovett (Helena Bonham Carter),com o apoio dela Todd volta a trabalhar como barbeiro, numa sala acima da loja. Porém o grande objetivo de Todd é se vingar do juiz Turpin (Alan Rickman), que o enviou para a Austrália sob falsas acusações para que pudesse roubar sua mulher Lucy (Laura Michelle Kelly) e sua filha. 
Adaptação de um musical da Broadway que mescla suspense e terror, dirigido por Tim Burton, com letras e música escritas por Stephen Sondheim e por Hugh Wheeler. O filme começa com um navio cruzando o Tamisa de volta a capital da Inglaterra, casa do jovem marinheiro e aventureiro Anthony Hope (Jamie Campbell Bower). Hope canta a beleza e esplendor da cidade alegando não haver lugar igual no mundo. Porém  Sweeney Todd (Johnny Depp)faz uma ode às avessas sobre Londres, e conta a Hope sobre um certo barbeiro chamado Benjamin Barker, que vivera ali com sua bela esposa, Lucy (Laura Michelle Kelly) e a filha, ainda um bebe. Porém um juiz corrupto, possuído pelo desejo de tomar a esposa do barbeiro, o condena a prisão sob exílio.


Decadência e o desespero da era vitoriana são evidentes, seja pela pobreza dos transeuntes, maltrapilhos e fedorentos, ou pela paisagem cinza. Todd imbuído de sentimentos negativos em um processo de mutilação psicológica, canaliza toda energia de vingança e dirige-se para um pequeno e encardido estabelecimento. Um ambiente seco, sujo, enfarinhado e soturno, onde a Senhora Lovett, respeitável viúva (Helena Bonham Carter), prepara suas tortas que resignada ela anuncia serem as piores de toda a Londres, alimento próprio somente para suas baratas, verdadeiras donas do lugar. Após corajosamente provar os experimentos da viúva, Todd é convidado para um drinque revitalizante e questiona a mulher sobre os aposentos superiores e o fato de estarem vazios

Sweeney Todd cego pelo rancor, encontra em sua nova amiga um único motivo para voltar ao oficio de barbeiro, esperar o fatídico dia para vingar-se de Turpin. Enquanto este dia não se aproxima,Todd despeja  sua ira  nele mesmo, e em alguns "clientes". Geralmente, somos expostos a varias situações que podem contribuir para o desenvolvimento do sentimento de vingança. Frustrações, injustiças e até julgamentos segundo as qualidades impostas pela sociedade. Adotar uma postura de indiferença ou perdão, seria o menos prejudicial ao nosso organismo e mente. Porém para algumas pessoas é muito complicado, procurar auxílio e acabam enxergando na vingança um certo senso de justiça. O que poderá acarretar em um quadro de depressão e até doenças psicossomáticas. Vingança costuma ter a finalidade de responsabilizar o outro pelo nosso sofrimento. E também a finalidade de ressarcimento, mesmo que seja ressarcimento emocional e não material,  é neste sentido que as ações legais que solicitam valores exorbitantes se fundamentam, o dinheiro não deverá cobrir apenas os danos materiais, mas os danos “morais”.

A vingança tem um lado sadio, que é a necessidade de movimento, de ação quando alguém se percebe ameaçado , isto é o nosso lado mais primitivo, o instinto de sobrevivência. Este lado instintivo dá o alerta e nos mobiliza à reação. "O lado ruim da vingança seria o de desfrutar de uma dose de prazer na vingança, pois cada ato de vingança pode ser uma agressão que pode gerar mais reação nas pessoas atingidas direta ou indiretamente." No caso de Todd, que preferiu vingar-se, o seu fim não resultou em prato frio e muito menos doce. O protagonista não mediu esforços para chegar ao seu objetivo. Enfim, o filme valerá sua pipoca? Alguns momentos são cansativos com muita cantoria, porém, o desfecho é tão "enigmático" que valerá pena aguentar o do ré mi.

 “a melhor vingança é viver bem...Ou?"






1 comentários:

  1. Patt,

    Acho que desejo natural de vingança pode ser algo sadio, se isso não se tornar o único objetivo de vida. Não gosto desse filme, sabia? Acho muito "pesado" ....Mas, os figurinos de Helena arrasaram. Beijos e não suma, tá?

    ResponderExcluir

"O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho." (Orson Welles)

 

Google+ Followers

Follow by Email