Office Space




OFFICE SPACE - O FILME
"Aperte seu cinto ergonômico...você vai embarcar na viagem mas hilária de todos os tempos e aprender Como Enlouquecer seu Chefe. Comédia de estrondoso sucesso colocará medo nos pequenos corações dos malvados chefes de todo mundo". New York Post.
É uma comédia americana de 1999 escrita e dirigida por Mike Judge. Satiriza a vida no trabalho de uma típica companhia de desenvolvimento de software durante o final da década de 1990, focando na exaustão dos indivíduos que estão cheios do seu trabalho rotineiro. Ron Livingston, Gary Cole, Stephen Root, David Herman, Ajay Naidu, Jennifer Aniston e grande elenco, conseguem arrancar sorrisos, até do cinéfilo mais crítico.

Quem nunca teve vontade de quebrar a impressora que insiste em não funcionar? Quem já teve problema com máquina de xerox ? Ou  sentiu agonia em ficar quase 8 horas naquele cubículo que chamam de baia,  ao lado de colegas de trabalho que te beijam pela frente e vomitam por trás?
Pois bem, nosso protagonista Peter está fazendo terapia devido ao estresse no trabalho e descobre que o cotidiano é o seu problema. Ele resolve largar o emprego, começa a sabotar seu trabalho e consegue convencer seus amigos Michael Bolton(David Herman) e o estrangeiro Samir Nagheenanajar(Ajay Naidu) que há cinco anos, aguardam sonhada promoção, entrarem nessa empreitada com ele.
O que acaba rendendo um final corporativa mente inesperado.

"Então eu estava sentado no meu cubículo hoje e me dei conta que desde que eu comecei a trabalhar, todo santo dia tem sido pior do que o anterior. O que quer dizer que todo dia que você me vê eu tô no pior dia da minha vida".


O que essa pressão no trabalho pode desencadear?
Diversos problemas físico e emocionais, podem ser observados, desde comumente  LER que além de ser causado por movimentos repetitivos pode apresentar os sintomas decorrentes do estresse psicológico e acúmulo de  pressão, resultando em estresse muscular.  Até outros problemas psicossomáticos mais severos.Por falar em pressão,podemos observar outros tipos de pressões, como por exemplo, do tempo que está relacionada à sobrecarga de trabalho quando alguém falta. Vemos isso no filme na cena em que Peter terá que cobrir o final de semana, o que acaba ocorrendo com certa frequência. Ocasionando um estresse acumulativo e no caso dele, crônico.
 "As pessoas pareciam acreditar que o desenvolvimento tecnológico dos últimos 50 anos teria atenuado a carga de trabalho. Em contrapartida, as pessoas teriam mais tempo para sua família e lazer, mas não é esse o cenário que se concretiza nas organizações". Bueno e Costanze. 

E o processo criativo? 
Percepção de falta de tempo ou tempo insuficiente para execução de tarefas; cobrança interna, aquela necessidade de ser reconhecido, de não ser punido pela chefia ou colegas de trabalho por seus resultados ou comportamento; pressão da família e dos amigos - resultado da cobrança pela ausência;
pressão por resultados e cobrança da chefia, são alguns 'assassinos' do nosso processo criativo.
No filme, vemos claramente todos esses sintomas e com um final intrigante, um dos pontos principais foi justamente, essa troca de ideias e experiências com os colegas, como uma maneira de enfrentar a sobrecarga e demais pressões. Além disso, nossos mocinhos acabaram traçando estratégias para enfrentar este problema. Óbvio, que o filme é fantasioso e diabolicamente sarcástico. 
Mas, podemos retirar algumas reflexões.

Resumindo, algumas empresas precisam reaprender a gerir pessoas, equilibrando resultados com criatividade. Muitas vezes, atrelar bons resultados com recompensa financeira, não é o modo mais assertivo, longo prazo fica dispendioso para ambos lados.E o colaborador demonstrará paixão nos olhos, quando sentir-se à vontade naquele local de trabalho, sobretudo com equipe de trabalho que saiba respeitar uma competição sadia e funcional. Estímulos para nossa criatividade, ambiente de trabalho confortável, transparência dos gestores e respeito leis trabalhistas, somam um começo interessante para uma boa jornada de vida CLT.

 Office Space, mostra que os dias infernais em um cubículo, podem liberar criatividade adormecida e com isso, gerar uma vida descompromissadamente profissional.É uma comédia deliciosa, irreverente e reflexiva.


O QUE A PRESSÃO PSICOLÓGICA PODE DESENCADEAR NO SER HUMANO. Bueno e Costanze Advogados, Guarulhos, 21.10.2009


0 comentários:

Postar um comentário

"O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho." (Orson Welles)

 

Google+ Followers

Follow by Email