TAXI ZUM KLO - SEM BLAH BLAH BLAH !

Frank Ripploh


Há tempos o erótico vem se apresentado ao cinema . Um pioneiro muito além de Ninfomaníaca do Lars Von trier  é  uma excelente auto biografia  de Frank Ripploh protagonizado pelo mesmo .

Ripploh é um professor primário dedicado  na gélida Berlim  dos anos 80 , porém sua carreira  aos poucos vem se comprometendo juntamente com sua vida pessoal  . Suas aventuras sexuais estão tomando um rumo muito mais comprometedor , deixando -o no limite de seus mais sinceros e profundos segredos . 



O que é mais interessante nesse filme é o fato de além do próprio diretor protagonizar são as cenas de sexo explícito - não podemos ser hipócritas diante de cenas quentes de sexo . Sem  ''MIMIMI'' o filme é bem direto e objetivo :  Um homem que tem sua sexualidade muito bem resolvida explorando a até então  Alemanha conservadora . Caso  você tenha aversão à fetiches mais excêntricos  digamos assim , recomendo que pule a cena de Urofilia. A se tratar de um drama particular se divide opiniões e explora condutas da sexualidade . 
O Lado B da vida de um ser humano destacada em TAXI ZUM KLO : Taxi para o Banheiro público .
Para o cinema Cult " Um clássico Pornô Gay perdido '', para mim um choque maravilhoso da realidade . 


Ano : 1981

Direção : Frank Ripploh 

Duração : aproximadamente 95 min . 







0 comentários:

Postar um comentário

"O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho." (Orson Welles)

 

Google+ Followers

Follow by Email