Livros e Filmes






Se7en  e Divina Comédia
A Divina Comédia é um poema de viés épico e teológico da literatura italiana e da mundial, escrita por Dante Alighieri, e que é dividida em três partes: Inferno,Purgatório e Paraíso. . O poema chama-se "Comédia" não por ser engraçado mas porque termina bem (no Paraíso). Era esse o sentido original da palavra Comédia, em contraste com a Tragédia, que terminava, em princípio, mal para os personagens.Seu significado filosófico, atinge o máximo do valor poético, pela grandiosidade da concepção e unidade da obra, pela sua alta espiritualidade. Toda a gama do lirismo humano está expressa na Divina Commedia. Tudo isso faz da Divina Comédia uma das maiores obras de arte literária de toda a humanidade, um livro único, inclassificável, reunindo filosofia, poesia lírica, epopéia, drama, uma obra que interpreta a grandeza e a miséria humana, na sua essência, traçando um retrato da humanidade, passada, presente e futura.
Curiosidades
Quem foi Dante ?
Dante Alighieri (Florença, 1º de junho de 1265 — Ravena, 13 ou 14 de setembro de 1321) foi um escritor, poeta e político italiano. É considerado o primeiro e maior poeta da língua italiana, definido como il sommo poeta ("o sumo poeta"). Disse Victor Hugo que o pensamento humano atinge em certos homens a sua completa intensidade, e cita Dante como um dos que "marcam os cem graus de gênio". E tal é a sua grandeza que a literatura ocidental está impregnada de sua poderosa influência, sendo extraordinário o verdadeiro culto que lhe dedica a consciência literária ocidental. Como não há registro correto de seu nascimento, uns dizem que é Geminiano,referência mais confiável é a data de 25 de maio de 1265. Dante, na verdade, é uma abreviação de seu real nome, Durante.Com a idade de doze anos, em 1277, sua família impôs o casamento com Gemma, filha de Messe Manetto Donati, prática comum — tanto no arranjo quanto na idade — na época. Era dada uma importância excepcional à cerimônia que decorria num ambiente muito formal, com a presença de um notário. Dante teve vários filhos de Gemma. 
Pouco se sabe sobre a educação de Dante, presumindo-se que tivesse estudado em casa, de forma autodidata. Sabe-se que estudou a poesia toscana, talvez com a ajuda de Brunetto Latini (numa idade posterior, como se dirá de seguida). A poesia toscana centrava-se na "Scuola poetica siciliana", um grupo cultural da Sicília que se dava a conhecer, na altura, na Toscana. Esse interesse depressa se alargou a outros autores, dos quais se destacam os menestréis e poetas provençais, além dos autores da Antiguidade Clássica latina (de entre os quais elegia, preferencialmente, Virgílio, ainda que também tivesse conhecimento da obra de Horácio, Ovídio, Cícero e, de forma mais superficial, Tito Lívio,Séneca, Plínio) e outros de que encontramos bastantes referências na Divina Comédia.Dante foi ativo, na vida militar da época. Em 1289, combateu ao lado dos cavaleiros florentinos.O envolvimento político de Dante acarretou-lhe vários problemas. O papa Bonifácio VIII tinha a intenção de ocupar militarmente Florença. Em 1300, Dante estava em San Gimignano, onde preparava a resistência dos guelfos toscanos contra as intrigas papais. Em 1301, o papa enviou Carlos de Valois, (irmão de Felipe o Belo, rei de França), como pacificador da Toscânia. O governo de Florença, no entanto, já recebera mal os embaixadores papais, semanas antes, de forma a repelir qualquer influência da Santa Sé. O Conselho da cidade enviou, então, uma delegação a Roma, com o fim de indagar ao certo as intenções do Sumo Pontífice. Dante chefiava essa delegação.
Óbvio, que o resultado de tudo isso seria um exílio, o qual foi considerado uma segunda morte, privando-o de muito do que formava a sua identidade. No Canto XVII, 55-60, do Paraíso, Dante refere o quanto era dolorosa para si a vida de exilado, quando o seu trisavô, Cacciaguida, lhe "profetiza" aquilo que o espera:
"… Deixarás tudo aquilo que te agrada


mais profundamente; é esta seta a tal


logo no arco do exílio disparada.



E provarás como é falto de sal

o pão d' outros, e como é dura estrada
descer e subir pelas escadas de outros …"

Quanto à esperança de um dia voltar a Florença, Dante descreve o seu sentimento melancólico, como se já estivesse resignado a essa impossibilidade, no Canto XXV, 1-9 do Paraíso:
"Se acontecer que o poema sagrado,


em que céu e terra puseram mão,


(magro me fez, de tanto ano passado)



Vencer a crueldade que em prisão

me exila do redil onde, cordeiro,
dormi, oposto aos lobos que o atacam;

Voz e pêlo distinto do primeiro
terei, chegando poeta, e me façam
a testa ornar com folha de loureiro …"
Neste post, indicamos a leitura de Divina Comédia(trechos no filme Se7en) o livro é psicologicamente interessante com uma sensibilidade contemporânea do "Inferno", onde as paixões se inflamam em uma agonia cinematográfica. Em, Purgatório e o Paraíso, temos sutileza ao nível filosófico e teológico, metáforas, requerendo alguma pesquisa e paciência. O Purgatório é considerado, dos três livros, o mais lírico e humano. O Paraíso, o mais pesadamente teológico de todos, está repleto de visões místicas, raiando o êxtase, onde Dante tenta descrever aquilo que, confessa, é incapaz de exprimir. O poema apresenta-se, como "sagrado" o que demonstra que Dante leva muito a sério o lado teológico e, até, profético, da sua obra.Confesso, que ler Divina Comédia é enriquecedor, apaixonante e ao mesmo tempo sombrio.

Diabo Veste Prada e Harry Potter



Curiosidades Richard Harris, que fez o Dumbledore no primeiro e segundo filme, morreu dia 25 de Outubro de 2002 aos 72 anos vítima de câncer nos nódulos linfáticos. A segunda morte foi um assassinato: Robert Knox, que representava o Ravenclaw Marcos Belby, levou cinco facadas em uma briga de bar em Kent, Inglaterra. Robert tentava defender seu irmão mais novo, mas levou a pior e morreu aos 18 anos, em 2008. O assassino, Karl Bishop, 22 anos, foi condenado a 20 anos de prisão.Em entrevista após o lançamento do livro Harry Potter e as Relíquias da Morte, a autora J. K. Rowling revelou que o diretor de Hogwarts Albus Dumbledore era gay e viveu uma paixonite por Grindewald (que mais tarde se tornou um bruxo do mal e foi derrotado por Dumbledore em um duelo).J. K. Rowling, ou Joanne Kathleen Rowling, autora da série Harry Potter nasceu na cidade de Yate, no Reino Unido em 31 de julho de 1965.O nome da autora é, na verdade, Joanne Rowling. O Kathleen faz parte apenas do pseudônimo e foi escolhido em homenagem a sua avó preferida, Kathleen Rowling.
Os livros de J. K. Rowling foram traduzidos para 67 línguas e venderam mais de 325 milhões de cópias ao redor do mundo.J. K. Rowling é a segunda personalidade feminina mais rica do mundo, atrás apenas da apresentadora norte-americana Ophah Winfrey.Em 2006, a revista Forbes elegeu pela primeira vez J. K. Rowling como uma das 100 personalidades mais influentes do mundo.Mais uma sobre a fama de J. K. Rowling: ela foi eleita pela Enciclopédia Britânica uma das 300 mulheres que mudaram o mundo. Rowling foi acusada de plágio pelas semelhanças de Harry Potter com um dos personagem da série em quadrinhos Livros da Magia, de Neil Gaiman.A idéia das aventuras de Potter surgiu durante uma viagem de trem da autora e os primeiros manuscritos foram rabiscados em papel barato.Antes de chegar às livrarias, o primeiro volume da série – Harry Potter e a Pedra Filosofal – foi rejeitado por oito editoras. Detalhe: o livro levou cerca de cinco anos para ficar pronto.A saga Harry Potter ajudou a criar o hábito da leitura entre as crianças britânicas e norte-americanas (e, provavelmente, de outras partes do mundo). Uma pesquisa realizada nos EUA confirmou que 51% das crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos não tinham o hábito de ler por diversão antes do lançamento dos dois primeiros livros do bruxinho.Se você escrever o nome Harry Potter no Google, surgirá a incrível quantidade de 119 milhões de resultados.
O Vaticano desaconselhou a leitura de Harry Potter. As histórias do bruxinho também foram duramente criticadas por grupos evangélicos norte-americanos e brasileiros. Ainda hoje há pessoas que proíbem os filhos de lerem Harry Potter com justificativas como a de que “não é coisa de Deus”.

Antes de Daniel Radcliffe ser escolhido para o papel de Harry, foram testadas nada mais, nada menos do que 60 mil crianças.Steven Spielberg, Alan Parker e Terry Gilliam (a primeira escolha de J. K. Rowling) foram alguns dos diretores cotados para dirigir o primeiro filme do bruxinho. Se tivesse dirigido Harry Potter e a Pedra Filosofial, Steven Spielberg teria escolhido Halen Joel Osment para interpretar Harry.


Match Point e Dostoiesvski



 Parece que Woody Allen, tem uma paixão arrebatadora pelos livros de Dostoiesvski , sempre temos alguns trechos em seus filmes.No desfecho deste filme, o protagonista está lendo Crime e Castigo.Quero destacar alguns trechos deste clássico Crime e Castigo:
"Oh, sim, quando é preciso, afogamos até nosso senso moral, a liberdade, a tranquilidade, até a consciência, tudo, tudo, vendemos tudo por qualquer preço! Contanto que nossos entes queridos sejam felizes.""Há muito tempo que já se enraizara e crescera nele toda a tristeza que sentia agora; nos últimos tempos ela se acumulara e se reencontrar, assumindo a forma de uma horrível, bárbara e fantástica interrogação que torturava o seu coração e a sua alma, reclamando uma resposta urgente.""Para socorrer o próximo é preciso começar por ter direito a fazê-lo(...)É simplesmente impossível saltar com lógica por cima da natureza. A lógica pressupõe três casos, ao passo que há milhões deles. Pois façam tábua rasa desses milhões e reduzam tudo ao simples problema do conforto! Essa é a solução mais fácil do enigma. De uma clareza sedutora, e evita o incômodo de pensar. Porque o essencial é isto: não ter que pensar. Todos os mistérios da vida podem ser compreendidos em 2 folhas de papel impresso."
Fiódor Mikhailovich Dostoiévski, nosso russo e sua realidade alucinada.
A obra dostoievskiana explora a autodestruição, a humilhação e o assassinato, além de analisar estados patológicos que levam ao suicídio, à loucura e ao homicídio: seus escritos são chamados por isso de "romances de ideias", pela retratação filosófica e atemporal dessas situações. O modernismo literário e várias escolas da teologia e psicologia foram influenciadas por suas ideias. Agora, descobrimos o motivo da paixão de Allen, por seus escritos.Dostoiévski, atingiu sucesso com seu primeiro romance, Gente Pobre, porém, o escritor não conseguiu repetir o sucesso até o retorno à Sibéria, quando escreveu o semi biográfico Recordações da Casa dos Mortos, sobre a prisão que sofrera. Posteriormente sua fama aumentaria, principalmente graças a Crime e Castigo.Seu último romance, Os Irmãos Karamazov, foi considerado por Sigmund Freud como o melhor romance já escrito.
The Lake House e mais Dostoievski

Dostoievski em Casa do Lago, logo na cena inicial diálogo entre mãe e filha:

Kate (Sandra Bullock) – O que é isso?

Mãe – Nada de importante. É um livro do seu pai.

Kate – Dostoievski?

Mãe – Sim! 

É sobre um homem que quebra o pescoço de uma pobre mulher com um machado. Aí ele se martiriza e se arrepende.

Kate – Gostou?

Mãe - Gostei, muito bom!

Mãe – O que está pensando?

Kate - Nada...

Mãe – Quando seu pai faleceu foi penoso.... ao segurar os livros dele eu sinto que está comigo... saber que ele leu as mesmas páginas, as mesmas palavras... “



É para terminar, deixo minha frase predileta que está em Se7en:

" O mundo e um local bom, pelo qual vale a pena lutar!"  
Ernest Hemingway. Concordo, com a segunda parte!

1 comentários:

  1. Patt,

    Quanto tempo sem ler o blog...
    Sofro da tal 'síndrome office advertising, rs.
    Quando chego em casa quero distância do note...
    Gostei da leveza deste texto e confesso que ainda não li Dante , já os filmes vi todos e o preferido é Crime Castigo e Seven.

    Beijos

    ResponderExcluir

"O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho." (Orson Welles)

 

Google+ Followers

Follow by Email